"Logo depois, Jesus foi a uma cidade chamada Naim, e com ele iam os seus discípulos e uma grande multidão. Ao se aproximar da porta da cidade, estava saindo o enterro do filho único de uma viúva; e uma grande multidão da cidade estava com ela." Lucas 7:11,12

João Carlos

Pastor Auxíliar

bootstrap modal form

O QUE A HISTÓRIA DA VIÚVA DE NAIM NOS ENSINA?

Lucas 7:11-15

Existe um ditado popular bem famoso no nosso país que diz assim “a esperança é a última que morre”, no entanto, na vida desta viúva a sua última esperança veio a falecer, e agora? O que fazer? Será que nós estamos isentos de que isso aconteça em nossas vidas? Ou será que a última esperança já morreu? Entre muitos milagres que Jesus operou o da viúva de Naim é um dos mais empolgantes. Um milagre narrado em apenas cinco versículos, mas que tem muito a nos ensinar. Vamos analisar o contexto histórico para compreender o que Jesus quer nos ensinar com este milagre inesperado e que mudou uma cidade e a colocou como uma das principais de Israel.


A Cidade de Naim e a Viúva

Cidade de Naim é um pequeno vilarejo na região da Galileia e seu significado é “charmosa” ou “graciosa”. Ela fica aproximadamente a 50km da cidade de Cafarnaum. Cidade na qual Jesus acabara de fazer um grande milagre curando um servo de um centurião. E no dia seguinte, Jesus pegou a estrada em direção a Naim, pois sabia que lá nesta pequena cidade alguém estava precisando de sua ajuda. A Bíblia não diz o seu nome, mas apenas a denomina como a viúva de Naim. O grande sonho de toda mulher hebreia era se casar com um bom homem, e ter um filho menino, pois este daria continuidade na descendência de seu pai. Então podemos afirmar que esta mulher tinha conseguido realizar o seu grande sonho..

Mas algo aconteceu, não sabemos o que, mas o seu marido, aquele que tinha a responsabilidade de trazer o alimento e sustentar a casa veio a morrer. E agora esta mulher, viúva e com seu único filho teriam que se virar para poder sobreviver. Mas nem tudo estava perdido, afinal ela perdeu o seu marido, mas ainda lhe restava a sua última esperança, o seu filho único. Pois a sua esperança era que ele crescesse e viesse a ser uma boa pessoa, um bom trabalhador, alguém respeitado e que desse bons frutos.


O Filho da Viuva de Naim

Mas “DE REPENTE” algo inesperado aconteceu, um imprevisto. Algo que estava completamente fora dos seus planos e que jamais teria passado pela sua cabeça. Seu único filho que era também a sua última esperança veio a falecer! E agora, o que seria dessa mulher? Viúva e sem filhos, corria o risco de passar o resto de seus dias a mendigar, caso não tivesse um parente próximo que pudesse ajudá-la. Não havia muito amparo e consolo para uma viúva, e com a morte de seu filho agora ela estava sozinha. Ela chorava pensando no dia do amanhã, e se lembrava que antes sua vida era perfeita. O que seria dos seus planos que foram interrompidos pelo “DE REPENTE” da vida? Seu futuro estava comprometido e fadado ao fracasso..

Os Sonhos São Frustados

Assim é a nossa vida, fazemos planos, traçamos nossas metas e objetivos, temos sonhos e queremos muito que eles se realizem em nossas vidas, Mas algo acontece no meio do caminho e agora estamos sozinhos e com uma última esperança. Pessoas nos abandonaram, ou talvez perdemos tudo o que tínhamos. Quem sabe o casamento que vai de mal a pior, a notícia da enfermidade, ou algo que tira o nosso sono. Mas ainda não perdemos literalmente tudo, ainda existe em nós uma última chance, uma última esperança! Para aquela enfermidade existe um tratamento, uma probabilidade de cura, mesmo que pouca mas ainda resta a última esperança.

Mesmo sozinhos, abandonados pela sociedade ou até mesmo pela família. Lá no fundo ainda existe em nós aquela esperança de que vamos dar a volta por cima, ainda resta uma última esperança. Posso conseguir um novo emprego ou talvez abrir um próprio negócio. Então começamos a juntar os caquinhos, a limpar as feridas, a sacudir a poeira e começamos lentamente a nos levantar. E muita das vezes as coisas começam a fluir, começamos a ter e ver os primeiros resultados e voltamos novamente a sonhar aquele sonho que antes tínhamos sonhado…


Quando a última esperança morre

Mas o “DE REPENTE” surge novamente na nossa vida, algo improvável, que achávamos que agora isso não iria nos acontecer. Mas ele vem e mata a nossa última esperança, mata a nossa última chance. Até tentamos nos levantar novamente, mas o “DE REPENTE” ainda está estacionado na nossa vida, logo nada da certo para nós. Parece que estamos caminhando a passos largos para o fundo do poço. Agora não tem mais jeito, não tem mais solução, a última esperança se foi. Talvez você esteja vivendo uma vida como a viúva de Naim, que mais se parece com um funeral. Uma vida de choro, lamentos, dor, amarguras e sofrimentos, pois aquilo que para você era a última esperança acabou de morrer! Mas eis que surge a sua frente, JESUS DE NAZARÉ!


Jesus está a caminho, o momento certo – Tempo de Deus

Como vimos no início, Jesus vinha de Cafarnaum e naquela época não existia automóveis como atualmente. Se existisse ele teria feito o trajeto em torno de 45 minutos. Mas como ele andava a pé e ainda tinha uma multidão que o acompanhava e mais os seus doze discípulos, sua viajem possivelmente durou um dia, e sabe pra que isso? Simplesmente para fazer o seu primeiro grande milagre da ressurreição e por um fim no sofrimento de uma mãe, a viúva de Naim.

Imagine comigo, Jesus estava chegando a entrada da cidade, quando se deparou com o cortejo fúnebre. Eles estavam saindo da cidade pois o cemitério era do lado de fora. Então Jesus chegou na hora certa, se Ele se atrasa um pouco mais o enterro já teria acontecido. Aqui o Mestre Jesus nos dá uma grande lição. Mesmo que você esteja pensando que Ele te abandonou, te deixou sozinho com este sofrimento. Saiba que ainda que uma mãe se esqueça de seu filho, todavia o Senhor jamais se esquecerá de ti, (Isaías 49:15). Ele é onisciente e esquadrinha o teu coração. Sabe tudo o que se passa em sua vida e no momento certo Ele virá com suas mãos fortes e poderosa te socorrer. Jesus não chega atrasado, nós é que somos impacientes!

 

As dores da viúva e a Compaixão do Mestre

Jesus ao ver aquela mulher teve compaixão e indo na direção daquela viúva disse: “não chores”. Parece loucura o que Jesus disse, talvez ali tivesse alguém que tenha pensado. Como não chorar diante da calamidade que esta mulher está vivendo? Perdeu marido e agora seu único filho, e já não lhe resta mais nenhuma expectativa de vida… Mas Jesus ao dizer esta pequena frase, Ele já sabia claramente o que iria fazer na vida daquela mulher. E tocou Jesus no esquife (caixão de madeira). Pois segunda a lei judaica se alguém tocasse num cadáver ficaria imundo por 7 dias. E seria necessário se purificar, caso contrário está pessoa continuaria imunda e seria extirpada de Israel. “Aquele que tocar em algum morto, cadáver de algum homem, imundo será sete dias” (Números 19:11).

E os que levavam o caixão pararam e disse Jesus: “Jovem, a ti te digo: Levanta-te. E o defunto assentou-se, e começou a falar.” E Jesus entregou nos braços daquela mãe o seu filho, que agora estava vivo. E toda aquela multidão temeu a Deus e o glorificou. Jesus acabou de ressuscitar a última esperança daquela mulher. A partir daquele instante ela novamente poderia voltar a sonhar.


Jesus pode mudar a sua história

É assim que Jesus faz na nossa vida, ainda que aquilo que nós achávamos que era a nossa última esperança venha morrer. Ainda que tudo venha dar errado em nossa vida não restando mais alternativas e venhamos a ficar sem direção. A Bíblia diz “entrega o teu caminho ao Senhor, confie nele e tudo fará”. Entregue seus problemas a Jesus, entregue os seus sonhos a Jesus, entregue a sua vida por completa a Jesus e confie nele. Eu sei que é difícil, eu sei que é complicado, mas confie e creia que Jesus é o único que pode mudar o rumo da sua história. Ele muda o percurso, Ele faz o impossível acontecer! Assim como Ele fez com a viúva de Naim que já estava indo enterrar o seu único filho, pois a cova já estava aberta e preparada. Mas Jesus se colocou no caminho dela… Mesmo que alguém já tenha declarado que a sua cova está aberta. Que não tem mais jeito pra você ou para alguém da sua família, confie em Jesus. Converse com Ele através da oração, relate todas as suas angústias e preocupações. Coloque diante do Mestre todas as suas limitações e peça por ajuda. Creia no Senhor Jesus Cristo com perseverança pois Ele é o Único que pode fazer milagres…


CONCLUSÃO

Naim, a partir desse episódio não foi mais a mesma. Nenhuma obra conhecida de Jesus até este ponto criou tanta agitação, e nenhum relato se espalhou com tanto entusiasmo, alcançando uma distância tão grande. A prova disto é que este milagre é sempre lembrado por fazer parte do Evangelho do Senhor. É importante notar que esse milagre aconteceu sem rogos. Às vezes nos falta o ânimo para pedir uma intervenção da parte de Deus que nos parece impossível, e, contudo, Deus responde os nossos desejos mesmo quando não ousamos pedir. Como é bom observar o encontro da vida com a morte! Nesse caso, Jesus representa a vida e a alegria, enquanto que a morte, a tristeza e a desilusão. Como sempre, a vida venceu a morte. Em um sentido mais abrangente, a humanidade do mundo inteiro, se encontrava destituída da graça de Deus – mortos em seus delitos e pecados, mas, Jesus desceu do Seu lugar no céu, para restabelecer a todos o direito do arrebatamento, ou da ressurreição para a vida eterna. Basta aceitá-lO como único e suficiente Salvador. Amém..

PERGUNTAS PARA DISCUSSÃO NA CÉLULA

    1. Você conhece alguém que necessita ressuscitar espiritualmente?

    2. Qual a importância da esperança na vida humana?

    3. Qual é o impacto do testemunho na sociedade?


COMPARTILHE EM SUAS REDES SOCIAIS

Endereço

Rua Protázio Garcia Leal, 1137 
Três Lagoas - MS

Contato

Email: secretaria@luterana3lagoas.com.br