“É mais fácil falar sobre perdão do que perdoar. É mais fácil falar sobre perdão até ter alguém para perdoar. Amar a todos é fácil, o desafio é amar quem nos persegue”. (C S Lewis) )

Pr. Valmir Ropke

Pastor Geral

bootstrap modal form

RESTAURAÇÃO NA IGREJA

Texto base: Lucas 17.3-6 e Colossenses 3.12-14
“É mais fácil falar sobre perdão do que perdoar. É mais fácil falar sobre perdão até ter alguém para perdoar. Amar a todos é fácil, o desafio é amar quem nos persegue”. (C S Lewis)
Decepcionamos as pessoas e as pessoas nos decepcionam e tornam-se ladrões da nossa alegria. Sofremos mais por causa das pessoas do que pelas circunstâncias adversas.
Vivemos num mundo machucado, doente e cheio de mágoas. Na maioria das vezes por consequência da dureza de corações, ou seja, incapacidade de perdoar. O pecado mais presente na igreja é o pecado da mágoa.

POR QUE PERDOAMOS?
Faz parte da natureza do povo de Deus perdoar. “Suportem-se uns aos outros e perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros. Perdoem como o Senhor lhes perdoou.” Colossensses 3.13.
Ser cristão, é ter uma nova natureza, uma nova mente, um novo coração e uma nova vida. Quem não consegue liberar perdão deixa de exercitar esta experiência maravilhosa.
Enquanto temos queixas uns contra os outros, ainda estamos carregando resquícios de uma natureza derrotada. Lembre-se que temos sido muito perdoados como igreja. Deus nos perdoou completamente de tudo e eternamente.

Recusa de perdoar traz sérios prejuízos
Quem não perdoa não pode orar – Marcos 11.25. Quem não perdoa não pode adorar – Mateus 5.23-24. Quem não perdoa não pode ser perdoado – Mateus 6.12. Quem não perdoa adoece – Tiago 5.16.

TERAPIA DO PERDÃO
Há pessoas doentes emocionalmente porque nunca se perdoaram – “Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus”. Filipenses 3.13-14.

PRINCÍPIOS DO PERDÃO:
"Se o seu irmão pecar, repreenda-o e, se ele se arrepender, perdoe-lhe”. Lucas 17.3.
Confrontação. O tempo não é um santo remédio para curar as feridas. Os irmãos de José depois de 22 anos ainda estavam atormentados pelo pecado cometido.
O silêncio não é a voz do perdão, veja Davi que adulterou, tramou, matou, mentiu e silenciou o seu pecado, mas o silêncio o adoeceu e enquanto não confessou não foi liberto. Sepultar um problema vivo não ajuda, mas é preciso arranca-lo pela raiz.
Arrependimento. O arrependimento é mudança de mente, de emoção e de atitude.
Perdão. Perdoar é esquecer e esquecer não é amnésia, mas não cobrar mais a dívida do outro. Perdoar é ficar livre e deixar o outro livre.

O PERDÃO PRECISA SER:
“Se pecar contra você sete vezes no dia, e sete vezes voltar a você e disser: Estou arrependido, perdoe-lhe". Lucas 17.4.

Ilimitado. O perdão de Deus é o nosso referencial. “Perdoa-nos as nossas dívidas assim como perdoamos os nossos devedores”. Mateus 6.12.

Restaurador. O perdão às vezes é unilateral e ele restaura os laços quebrados. Exemplo: O filho pródigo foi restaurado pelo pai.

Transcendente. Só o Senhor pode nos capacitar a perdoar e curar o nosso coração da mágoa. Precisamos pedir a Jesus que aumente a nossa fé. “Os apóstolos disseram ao Senhor: Aumenta a nossa fé!”. Lucas 17.5.

PROCESSO DO PERDÃO:
Rejeite toda ideia de retaliação. “Não retribuam a ninguém mal por mal. Procurem fazer o que é correto aos olhos de todos”. Romanos 12.17. Antes tenha o propósito de tomar a iniciativa. Não importa se você é o ofensor ou o ofendido.

Evite as desculpas
- Ninguém é perfeito, errar é humano.
- A ofensa foi tão pequena.
- A outra pessoa estava mais errada do que eu.
- A pessoa não vai me entender.
- Vou deixar para depois.

Formas erradas de pedir perdão
- Se eu estava errado, mas você também estava.
- Se eu estava errado, desculpe-me.
- Desculpe-me qualquer coisa.
- Desculpe-me, foi sem querer.

Procedimento do perdão
- Não exija justiça, exerça misericórdia, pois o perdão é um ato de graça e se necessário sofra o dano.
- Não seja esnobe, mas seja humilde e não exalte suas virtudes.
- Não envolva outras pessoas.
- Seja breve, claro e não se justifique, mas, vá direto ao assunto.

Perguntas para os encontros dos pequenos grupos:
1. Quando você sabe que pecou, quanto tempo leva para pedir perdão?
2. O que hoje, você percebe que está ti mantendo preso e precisa ser tratado?
3. Você tem necessidade de liberar perdão para si mesmo?

COMPARTILHE EM SUAS REDES SOCIAIS

Endereço

Rua Protázio Garcia Leal, 1137 
Três Lagoas - MS

Contato

Email: secretaria@luterana3lagoas.com.br