QUAL É O PROPÓSITO DE DEUS PARA SEU POVO?

DAR FRUTO

admin
Escrito por admin em maio 10, 2016
DAR FRUTO
Você é novo por aqui?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Texto Base – Jo 15.1-8

 
O período de preencher a lacuna da vaga pastoral desta Comunidade, entre a saída do Miss. Valmir em 01/2019 e a chegada da Miss. Daline no início de março 2020, está chegando ao fim para mim. De alguma forma é um encerramento de ministério para mim, após 50 anos desde que assumi o primeiro trabalho na IECLB. Como já estarei em férias no último domingo de fevereiro, quero trazer 3 mensagens sob o tema: “Qual é o propósito de Deus para o seu povo”? Como jovem, antes de ser pastor, eu me debati profundamente com este questionamento: “Por que estou neste mundo”? “Qual é o propósito de eu viver neste mundo”? Estas perguntas existenciais na minha juventude, têm a ver com o fato de minha mãe ter se suicidado aos 28 anos de idade, quando eu tinha 5 anos. Como jovem li muito.

Verifiquei diversas filosofias de vida. Eu não queria passar pelo mundo à toa. Eu queria saber qual era o sentido da vida e o propósito porque eu estava neste mundo. Creio que foi Deus quem colocou em minha vida estes questionamentos. Minha alma inquieta descansou depois que realmente entendi e aceitei o evangelho de Jesus Cristo. Um primeiro passo foi ter decidido, pessoalmente, aceitar a Cristo e de segui-lo. Um segundo momento decisivo para mim foi quando recebi o chamado de Deus para o ministério de levar o evangelho a outros, pois eu havia direcionado meus estudos e formação para ser professor; não para ser pregador, o que meu sobrenome significa em língua alemã.
 

Assim, quero trazer nestas três mensagens do mês o tema: Qual é o propósito de Deus para o seu povo? Algumas coisas vou repetir de outras mensagens do passado, mas desejo apontar para vocês três aspectos do propósito que Deus tem para com as nossas vidas. São coisas da mais alta importância para a sua vida, a meu ver.

É PROPÓSITO DE DEUS QUE O SEU POVO DÊ FRUTO (Jo 15.1-8)

1. Para dar fruto você precisa ser um ramo ligado à videira

Essa é uma questão essencial. Você só tem Vida e condições de frutificar para Deus, estando enxertado na Videira, ou seja, em Cristo.

Nesta semana podei uma videira na casa da Débora. O objetivo da poda é que os ramos se renovem e coloquem uma nova camada de cachos de uvas, de modo que em maio, quatro meses após a poda, a Débora possa colher saborosas uvas maduras. Ramos secos, que já não produzem mais, eu cortei fora. Outros ramos, bem verdes, com possibilidade de darem frutos, eu podei. Estes ramos vão se renovar com uma nova brotação e, assim espero, irão produzir cachos de uvas deliciosas quando ficarem maduras. Eu poderia deixar a videira sem podar, visto que estava oferecendo uma boa sombra para se sentar debaixo dela. No entanto, a videira foi plantada com outro objetivo: o de dar fruto.

Deus, o agricultor, plantou esta Comunidade, não para que oferecesse uma “boa sombra” para os que dela se tornam membros. Não. Ele plantou esta Comunidade para que dê fruto. Ele espera colher muito fruto desta videira e que, a cada ano, produza mais e novos frutos.Jesus disse: “Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dará muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma” (Jo 15.5).Você, membro da igreja, é um ramo desta videira. Deus espera que você, como um dos ramos desta videira, dê muito fruto. Como o agricultor, Deus poda a Sua videira. Ele elimina os ramos secos que não produzem fruto e só sugam as forças da videira. Ele, porém, corta e limpa os ramos frutíferos para que produzam mais fruto ainda. Não estranhe as provações que lhe sobrevém. São o podar de Deus no propósito de que você produza muito mais fruto.

A primeira coisa fundamental, contudo, é que você esteja realmente ligado à videira. Jesus é a videira; o tronco desta planta. Você só pode dar fruto, estando ligado à Videira! Só quem aceitou Jesus como seu salvador e crê nele, está efetivamente ligado a Ele. Portanto, busque a Jesus e coloque a sua fé firmemente nele. Deus tem um propósito com a sua vida neste mundo. Ele quer que você seja um “ramo” da Videira que dá muito fruto. Isso só é possível você estando vitalmente ligado a Cristo.

2. Para dar muito fruto você deve cuidar de permanecer na Videira

Ramos de videira não têm a capacidade de escolher entre permanecerem ligados ou não à videira. Nós, porém, temos esta opção. É por isso que Jesus nos exorta: “Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor… PERMANEÇAM em mim, e eu permanecerei em vocês. Nenhum ramo pode dar fruto de si mesmo, se não permanecer na videira. Vocês não podem dar fruto se não permanecerem em mim” (Jo 15.1 e 4).

Deus quer que você dê muito fruto. Então, insisto com cada um de vocês, queridos irmãos, tenham o foco no desenvolver e manter uma profunda intimidade com Jesus pela oração e meditação na Palavra de Deus. Tenha o firme propósito de estar no seu “quarto de escuta”, ou quarto de oração, diariamente. Fale com o Pai celestial. Tenha o propósito de ler, ouvir e estudar a Palavra de Deus. Tenha um plano de leitura da Bíblia. Use seu Orando em Família ou outro devocionário. Não deixe de vir ao culto para ouvir a Palavra de Deus. Participe regularmente dos encontros da sua célula, onde os membros do grupo procuram aplicar a Palavra de Deus às suas vidas!

Achei ótimo o conselho do evangelista Dwight Moody que o João Carlos citou na mensagem de 14 dias atrás: “Você quer ter uma vida espiritual bem sucedida? Então dedique diariamente 15 minutos à oração; 15 minutos à Palavra de Deus e 15 minutos a testemunhar de Cristo aos outros”. Colocando esse conselho em prática, você dará muitos frutos e cumprirá um dos propósitos de Deus para a sua vida.

Cuide para não ser um ramo infrutífero; um ramo mal ligado à videira. Toda a seiva de vida, que faz você ter vigor espiritual e produzir frutos, vêm a você através do tronco, a videira. Se você fica escasso da seiva de vida, você murcha e seca espiritualmente. O que acontece com o ramo seco, que não produz? Jo 15.2: “Todo ramo que, estando em mim, não dá fruto, ele (Deus) corta; e todo que dá fruto ele poda, para que dê mais fruto ainda”.

Mantenha o foco em buscar a intimidade com Jesus e colocar a sua palavra em prática, pois ele diz: “Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido” (Jo 15.7). E há algo mais importante a pedir a Deus do que sermos cristãos frutíferos que glorificam a Deus? Jo 15.8: “Meu Pai é glorificado pelo fato de vocês darem muito fruto; e assim serão meus discípulos”.

3. Quais são os frutos que o Pai deseja colher em você?

Quando o assunto é “dar muitos frutos”, penso que devemos considerar três coisas:

a) Fruto do Espírito. Nossa vida deve produzir o fruto do Espírito.

Lemos em Gl 5.22: “Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei”.

Deus, através do Seu Santo Espírito, opera mudanças na vida de quem permanece em Cristo e procura colocar os ensinos de Jesus em prática. Desse permanecer unido a Cristo resulta o fruto do Espírito em nós, o qual se evidencia em nós como um cacho de uvas de diversas frutinhas. Um cristão frutífero evidencia as marcas de qualidade do amor a Deus e aos outros, do ser alguém alegre, da paz interior; da amabilidade no trato com as outras pessoas; da bondade; do ser fiel em cumprir sua palavra; da mansidão, visto que se sujeita à vontade de Deus e possui domínio próprio nas suas emoções e atitudes para com os outros.

Assim, o cristão que permanece unido a Cristo, tem seu caráter transformado e evidencia o agir do Espírito Santo em sua vida. Ele produz fruto para a glória de Deus com seu modo de ser e de agir. Naturalmente esse fruto se desenvolve aos poucos até ficar maduro.

b) Dons e talentos. Devemos colocar em prática os talentos e dons recebidos de Deus.

O cristão que é um ramo que permanece bem unido a Cristo, recebe a seiva da Videira (Cristo) e coloca seus talentos e dons recebidos a serviço do Senhor. Ele vai assumir algum ministério no Corpo de Cristo que combina com os seus dons. Com isso ele ajuda outros cristãos na sua caminhada e amadurecimento na fé e, dessa forma, produz frutos para Deus, o agricultor.

c) Evangelismo. É essencial nós assumir a tarefa do evangelismo.

O cristão que é um ramo firmemente ligado a Cristo, naturalmente testemunha de Cristo aos que ainda não estão reconciliados com Deus pela fé em Jesus Cristo. Ele ora pelos parentes e amigos afastados de igreja. Ele os visita e serve. Ele os convida para os encontros da célula e os cultos. Ele aprende a apresentar o “plano da salvação de Deus” aos que estão sem Jesus. Ele evangeliza, procurando viver e transmitir o evangelho de Cristo aos perdidos.


Sendo um ramo firmemente ligado à Videira, você tem vigor espiritual. Mesmo em situações de doença ou provações, você se torna um ramo altamente produtivo, visto que buscou desenvolver uma vida de oração na prática. Permanecendo ligado a Cristo, você busca na Palavra o seu sustento espiritual e, assim, procura evangelizar seus amigos.

CONCLUSÃO

 Deus tem por propósito com o seu povo que dê muito fruto, para a glória dele. Quando você opta ser um cristão (ramo da videira) bem unido a Cristo, não há necessidade de querer frutificar à força. O fruto vem naturalmente, pois é Jesus quem o produz através de você. Ele diz: “Sem mim nada podeis fazer”.Deus tem o propósito com a sua vida de que você produza muitos frutos para ele.

Decidindo permanecer bem ligado a Jesus, a Videira verdadeira, você dará muitos frutos: evidenciando o fruto do Espírito na sua vida; usando seus talentos e dons a serviço do Senhor e assumindo a tarefa do evangelismo, alcançando novas pessoas para Cristo. Amém.

Pr. Irno Prediger – Pastor Emérito

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *