"Naquela ocasião desencadeou-se grande perseguição contra a igreja em Jerusalém. Todos, exceto os apóstolos, foram dispersos pelas regiões da Judéia e de Samaria." Atos 8:1

Irno Prediger

Pastor Emérito

bootstrap modal form

DORCAS – A GAZELA DE JOPE

Atos 9.36-43 


Dia das mães. É o dia de homenagear a mulher que foi importante na vida de seus filhos. Parabéns para todas as mães presentes neste culto.

 Dorcas. Foi uma mulher importante para os irmãos de Jope, cidade portuária de Israel que hoje se chama Jafa, uma das igrejas cristãs mais antigas do mundo, formada pelo evangelista Felipe (At 8.40).

 Gazela. O nome Dorcas (em língua grega), ou Tabita (em língua aramaica), significa “gazela” em língua portuguesa. A gazela (mãe do Bambi nos desenhos de Walt Disney) é um animal dócil, elegante e ágil, características que os pais de Dorcas devem ter enxergado nela quando era recém-nascida, para dar-lhe este nome.

II – DORCAS, UMA MULHER CRISTÃ QUE DEIXOU A SUA MARCA

1. Seu discipulado

Dorcas é a única mulher, em toda a Bíblia, que é chamada de “discípula”. Muitos homens foram chamados de discípulos. Dentre as mulheres, apenas Dorcas recebe este título nas Escrituras Sagradas. Isso significa que ela aprendeu a colocar em prática os ensinos de Jesus, pois nos tornamos discípulos dele quando colocamos os seus ensinos em prática (Mt 28.19-20).

Você é, efetivamente, um “discípulo” ou “discípula” de Jesus? Você está se empenhando em colocar em prática os ensinos de Jesus?

2. Seu trabalho

Dorcas usou os seus dons de “misericórdia”, de “habilidades manuais” e de “serviço” para ajudar pessoas. Com esses seus dons ela ajudou membros carentes da igreja de Jope, bem como outras pessoas necessidades da cidade. Ajudou especialmente viúvas, uma classe desprotegida na antiguidade, quando ainda não existia aposentadoria e pensão para mulheres.

Ao que tudo indica, Dorcas não possuía dons de liderança ou de ensino. Ela poderia ter pensado que não tinha como servir ao Senhor na igreja. Ela, porém, colocou em prática seus dons de misericórdia e de habilidades com suas mãos, servindo assim ao Senhor e à igreja. Tornou-se, desta forma, a cristã mais significativa da igreja de Jope, pois é a única pessoa daquela igreja cujo nome conhecemos e ficou registrado na Bíblia.

Um(a) discípulo(a) de Cristo não se limita a ir ao culto e ouvir a pregação. Quem é discípulo sabe que faz parte do Corpo de Cristo. Sabe que recebeu dons para servir o Corpo, procurando usá-los para servir ao Senhor e ao próximo. Um discípulo usa seus dons e é produtivo. Você está sendo um discípulo produtivo que está empenhado em exercer a sua função no corpo de Cristo?

Dorcas foi notável pelas suas boas obras e esmolas (v.36). Ela dedicou a sua vida a fabricar roupas e ajudar pessoas necessitadas, especialmente viúvas desamparadas (v. 39). Ela deixou a sua marca de serviço às viúvas na igreja de Jope. Que marca você está deixando?

Fé e obras devem vir juntas (Ef 2.8-10). As obras são a decorrência duma fé genuína. Fé sem obras é uma fé morta (Tg 2.14-17). Você está procurando colocar em prática os seus dons? Você está sendo um discípulo útil para a igreja de Cristo (na célula, Comunidade ou junto aos não-crentes)?

Fé com obras caracterizam os discípulos de Jesus!

3. Sua provação

Dorcas adoeceu mortalmente. Ser um verdadeiro discípulo de Jesus não significa estar protegido contra doenças e a morte, como alguns erradamente pensam e ensinam. Baste nos lembrarmos do amigo de Jesus chamado Lázaro (Jo 11), ou de Epafrodito, o companheiro de ministério do apóstolo Paulo (Fp 2.25-27). Discípulos de Jesus, da “faixa de risco”, também precisam tomar a vacina contra a gripe.

4. Sua morte prematura

A maioria de vocês ainda lembram do nosso filho Estêvão. Há dois anos ela ainda estava em nossos cultos e, todo encurvado, vinha à primeira fileira de cadeiras com o Lucas, pois queria ver o baterista tocar. Estêvão faleceu em idade prematura. Pedimos muito pela sua cura, mas Deus teve outros planos para ele.

Dorcas, a preciosa discípula para a igreja de Jope, adoeceu e faleceu de forma prematura. Os pensamentos e caminhos de Deus são muitas vezes diferentes dos nossos! Diz o texto bíblico que Dorcas fez muita falta (v. 39)! Se Deus nos chamasse nas próximas semanas, será que nós faríamos falta na igreja?

5. Sua ressurreição milagrosa

O apóstolo Pedro “casualmente” estava perto de Jope naqueles dias, a apenas 18 Km dali. “Coincidência”? Chamaram a Pedro.

Pedro solicita que todos se retirem do “cenáculo” onde se velava o corpo de Dorcas. Só assim poderia orar com mais sossego e ouvir a voz de Deus. De alguma forma Deus lhe falou para dizer a Dorcas: “Tabita, Kumi”, ou seja, “Tabita, levante-se”. Milagrosamente Deus ressuscitou ela (vv 40, 41)! O nome desta mulher “Tabita” tem apenas uma letra de diferença da palavra aramaica “Talita”, que significa “menina”. Pedro deve ter lembrado da ocasião em que Jesus ressuscitou a filha de Jairo. Naquela ocasião Jesus disse “Talita Kumi”. Pedro disse para Dorcas: “Tabita Kumi” e ela, milagrosamente, ressuscitou.

CONCLUSÃO

Conforme Jo 20.30, 31, milagres de Deus são “sinais” que devem nos ajudar no processo de novas pessoas chegarem à fé. Através da ressurreição de Dorcas muitos creram no Senhor e Pedro permaneceu algum tempo mais em Jope para administrar o avivamento de fé que surgiu naquela cidade e região. Não deixe de testemunhar daquilo que Deus fez em sua vida e seja um discípulo que usa seus dons para servir aos irmãos e ao próximo.

Preguntas para o encontro das células:

1. O que a vida de Dorcas lhe ensina?

2. Por que fé e obras devem vir juntos em nossa vida cristã?

3. Como você pode colocar em prática os seus dons? Como pode servir?


COMPARTILHE EM SUAS REDES SOCIAIS

Endereço

Rua Protázio Garcia Leal, 1137 
Três Lagoas - MS

Contato

Email: secretaria@luterana3lagoas.com.br